Detalhes Dotbooks

O Projecto DotBooks

Um DotBook é, essencialmente,
uma original forma colaborativa de elaboração e distribuição da informação no meio
de ensino, inspirada numa nova visão da relação existente entre o professor, o aluno
e o conhecimento da disciplina. Pretende ser uma forma de envolver o aluno no
processo de transmissão (e, porque não, evolução) do próprio conhecimento da
disciplina, inspirado e supervisionado pelo professor encarregue de a leccionar, num
acesso mais livre, justo e moderno à informação.

Suportado pelo fenómeno da Internet, o conceito do DotBook define-se pela
criação de livros on-line, editáveis por todos os actores que estão envolvidos no
processo de ensino da disciplina, no seu espaço de ensino correspondente (seja uma
faculdade, uma escola do ensino superior ou mesmo um sistema de e-learning). O
professor (ou responsável) da disciplina é quem cria o DotBook, define o seu âmbito,
estrutura e objectivos. Este vai sendo completado pelos próprios alunos à medida que
a matéria vai avançando (podendo transitar de um ano para o seguinte), servindo
assim de estímulo a uma aprendizagem mais correcta, interventiva e oferecendo
mesmo um certo espaço à originalidade e inconformismo, estando o professor
encarregue de supervisionar toda a informação adicionada – neste aspecto, são
também fundamentais as revisões e correcções efectuadas pelos alunos.

São então criados novos materiais de estudo mais adaptáveis às necessidades
específicas de cada disciplina e sem quaisquer restrições ou preço de acesso, o que
hoje em dia (e tendo em conta o preço dos livros que tem que ser suportado pelos
alunos, já de si sobrecarregados) não é de modo algum negligenciável.

É possível imaginar um cenário concreto de utilização de um DotBook: um
professor universitário, encarregue de leccionar uma disciplina de Bases de Dados,
tem acesso ao sistema de DotBooks oferecido pela sua Universidade. No início do ano
lectivo, o professor cria a estrutura do DotBook, define os capítulos que este deverá
ter de acordo com a matéria que irá leccionar e acrescenta uma pequena introdução
na qual explica aos seus alunos o objectivo do “livro” criado. Após a aula introdutória,
em que o professor explica a existência e propósito do DotBook e convida os alunos a
participarem na iniciativa, o professor lecciona a matéria de – por exemplo –
modelação de classes, associações, etc. No final da aula, e até à próxima, os alunos
irão introduzir no capítulo e secções correspondentes a informação que absorveram e
qualquer outra que tenham entretanto pesquisado sobre o tema, pois sabem que é
um conhecimento que estará à sua disposição em qualquer altura e poderá
eventualmente ser completado com o conhecimento adquirido pelos outros colegas. O
professor encarrega-se (por exemplo de dois em dois dias) de verificar se as
informações que foram adicionadas estão correctas. No entanto, o elemento gráfico
para as classes num diagrama está incorrecto e este pormenor passa ao lado da
atenção do professor. Um aluno mais atento encarrega-se de corrigir o erro. O
processo repete-se ao longo do semestre e, no final deste, os alunos têm todos um
material completo para estudarem para o exame, perfeitamente adaptado à matéria
que foi leccionada – e, possivelmente, ainda mais completo que esta.

No que difere este conceito, no entanto, de uma tecnologia bem conhecida
denominada de wiki? Os DotBooks são na verdade uma estratégia complementar à
tecnologia e conceito apresentados pelos wikis que hoje em dia proliferam pela
Internet. Apesar de o princípio colaborativo ser o mesmo, o paradigma e fim de
utilização são bem diferentes: um DotBook possui uma estrutura própria de um livro,
podendo ser impresso em qualquer altura com esse formato; os DotBooks obedecem
a essa estrutura, tendo ainda uma outra estrutura (a de conteúdos) que é definida
pelo professor da disciplina e à qual a informação adicionada pelos alunos deve
corresponder. O fim de um DotBook, servir como material de estudo a uma disciplina,
tem uma filosofia própria que apenas poderá ser suportada por uma adaptação
própria da tecnologia disponibilizada pelos wikis.

Unless otherwise stated, the content of this page is licensed under Creative Commons Attribution-Share Alike 2.5 License.